Moedas em caixa são verdadeiros tesouros para o comércio. Isso porque elas estão cada vez mais escassas no varejo, dificultando a devolução do troco.

Troco somente com moeda corrente

Para contornar a situação muitos comerciantes restituem o valor devido com o famoso “troco em bala” ou outro souvenir qualquer de pequeno valor. A prática é ilegal e pode ser considerada uma espécie de venda casada, já que o consumidor se vê obrigado a levar outro tipo de mercadoria para concluir a compra.

 

Para resolver este impasse o comerciante deve reduzir o preço até que o cliente tenha um montante suficiente para pagar. Se o comprado adquire uma mercadoria no valor de R$ 47,50 e paga com uma nota de R$ 50,00, na falta do troco o lojista deverá diminuir o preço até que tenha a diferença para voltar.

 

O custo nunca deverá ser elevado, pois evidencia o enriquecimento ilícito por parte do estabelecimento, segundo o Código de Defesa do Consumidor (CDC).

 

O que fazer?

 

AS orientações do Banco Central para os estabelecimentos comerciais são:

  1. Registre pedido por moedas à gerência do banco que você possui conta
  2. Caso não obtenha retorno contate o Serviço de Atendimento aos Clientes do banco.
  3. Comunique ao BACEN por meio do e-mail: mecir@bcb.gov.br para que o Banco Central possa avaliar a melhor solução para que as moedas voltem a circular na sua região.

 

*Extraído do CDL em Ação informativo de Uberlândia.

Publicidade

  • Senac

  • Apoitur Viagens e Turismo

  • Web3sites

  • Sesc